Policial morre ao combater assalto a carro-forte em aeroporto do RS

Assaltantes se disfarçaram de policiais federais para cometer o crime, em Caxias do Sul

Um assalto a um carro-forte no Aeroporto de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, resultou na morte de um policial militar e de um suspeito ligado ao grupo criminoso. O 2.º sargento da Brigada Militar Fabiano Oliveira, de 47 anos, foi fatalmente baleado durante um tiroteio com os assaltantes.

Após a troca de tiros, os assaltantes conseguiram fugir do local com o dinheiro transportado no carro-forte, segundo relatos do 4.° Batalhão de Polícia de Choque do Rio Grande do Sul. De acordo com a corporação, o confronto ocorreu na noite de quarta-feira (19), por volta das 19h30, e envolveu criminosos que chegaram ao aeroporto utilizando veículos falsamente identificados como pertencentes à Polícia Federal (PF).

A Polícia Federal e a Polícia Civil intensificaram as buscas para localizar os responsáveis pelo crime, pois até a madrugada desta quinta-feira (20) nenhum dos criminosos havia sido capturado.

O governador do Estado, Eduardo Leite (PSDB), manifestou pesar pela morte do sargento Fabiano Oliveira, que servia na Brigada Militar desde 1997. “Determinei máximo empenho das forças de segurança estaduais para capturar e responsabilizar todos os envolvidos neste ato covarde. Continuaremos firmes na luta contra a criminalidade, em homenagem à memória do sargento Fabiano Oliveira e de todos os heróis que arriscam suas vidas para proteger nossa população”, declarou Leite.

O Aeroporto de Caxias do Sul, localizado na Serra Gaúcha, assumiu maior relevância para o Estado após o fechamento temporário do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, devido às enchentes que afetaram a região. O cenário de calamidade resultou em um aumento significativo no fluxo de voos e transporte de cargas no terminal caxiense.

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram