Organizador do Buraco do Jazz é preso por furto de energia

Reprodução

Policiais flagraram postes de energia sendo usados para abastecer os Food Trucks do evento

O organizador do festival Buraco do Jazz foi preso sob acusação de furto de energia pública. Gustavo Gonçalves do Reis foi detido e conduzido à 5ª Delegacia de Polícia, da Asa Norte, após ser flagrado utilizando energia dos postes de iluminação pública para o evento. Ele foi liberado após pagar uma fiança de R$ 500. O caso ocorreu na noite dessa quinta-feira (20).

A ação policial aconteceu após dois militares receberem uma denúncia de que o festival estaria furtando energia. Ao chegarem ao local, os policiais identificaram fios externos conectados aos postes de iluminação pública. Durante a abordagem, Gustavo confessou que, na ocasião, utilizava a energia dos postes para alimentar os Food Trucks do evento. Posteriormente, os policiais o levaram à delegacia.

Na delegacia, Gustavo explicou que recorreu à ligação clandestina porque a fiação que ele normalmente usava para obter energia no Centro Cultural Três Poderes havia sido furtada. Ele afirmou que esta foi a primeira vez que fez a “improvisação”, justificando que o festival dessa quinta-feira já estava confirmado e prestes a começar. Gustavo também alegou que, ao descobrir o furto da fiação no início da noite, as lojas já estavam fechadas, impossibilitando a compra de uma nova fiação. Gustavo ainda esclareceu que se arrependeu pelo ocorrido.

 

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram