Governo mira aposentadoria militar em corte de gastos

A revisão da aposentadoria militar se tornou uma das opções em consideração pela equipe econômica visando cortar ou reduzir gastos. Esta medida está entre diversas opções que estão sob análise dos ministros Fernando Haddad (Fazenda) e Simone Tebet (Planejamento e Orçamento), antes de serem enviadas ao presidente Lula (PT).
Os militares na reserva ou reformados são atualmente responsáveis pelo maior déficit anual por beneficiário (ou per capita), sendo este déficit 16 vezes maior do que o déficit observado no setor privado, onde os trabalhadores contribuem para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
Tebet tem enfatizado a existência de diversas alternativas para controlar os gastos, algumas já aprovadas, mas destaca que as medidas focadas na geração de receita estão começando a se esgotar.
Recentemente, o ministro Walton Rodrigues, do TCU (Tribunal de Contas da União), já criticou a existência da pensão concedida a familiares de militares expulsos das Forças Armadas por condenações na Justiça.
Segundo o ministro, as pensões são ”premiação por má conduta”

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram