Auxiliares e técnicos de enfermagem iniciam greve no DF

Breno Esaki/ Agência Saúde-DF

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) emitiu uma decisão para suspender a greve

Os técnicos e auxiliares de enfermagem do Distrito Federal iniciaram uma greve na manhã desta segunda-feira (17). A categoria decidiu pela paralisação na semana passada, durante uma assembleia geral onde foram discutidas a reestruturação da carreira, a nomeação de aprovados em concurso público e um reajuste salarial.

No sábado (15), um dia após a assembleia, a Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) obteve uma decisão judicial que garante a continuidade dos serviços essenciais prestados pela categoria na rede pública de saúde. A medida veio após um ato de centenas de participantes em frente ao Palácio do Buriti.

A decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) determinou a suspensão da greve dos técnicos e auxiliares de enfermagem vinculados ao Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem do Distrito Federal (Sindate-DF). De acordo com o governo do Distrito Federal, a paralisação é abusiva, já que os serviços prestados pelos profissionais são de caráter essencial para a população, que deixaria de ser assistida. Atualmente, 8 mil servidores da categoria atuam no Distrito Federal.

Além disso, a PGDF argumentou que o sindicato não havia apresentado um plano de contingência para assegurar a continuidade das atividades essenciais. Em resposta, o Sindate-DF afirmou que não foi notificado formalmente sobre a decisão do TJDFT e, por isso, prosseguiu com a greve. “Não estabelecemos um percentual específico para a categoria, apenas estamos mantendo o quantitativo mínimo para garantir o atendimento nos hospitais”, informou o sindicato.

O Sindate-DF agendou uma nova assembleia geral para quarta-feira (19), às 9h, em frente à Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Durante a reunião, serão discutidos os próximos passos da greve e outras possíveis ações para pressionar o governo a atender as demandas da categoria.

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram