Após silêncio de Lula, Padilha descarta apoio do governo ao PL do aborto

Nesta sexta-feira (14), o Ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, quebrou o silêncio do Governo Lula sobre o PL do aborto. O projeto equipara o término da gestação após 22 semanas ao crime de homicídio.

Segundo o ministro, o governo não se envolverá na alteração da legislação referente ao aborto no país, “O governo do presidente Lula, atendendo a solicitações de lideranças religiosas e parte da sociedade, sempre deixou claro que não tomaria medidas para alterar a legislação atual do aborto no país”.

Durante sua passagem pela Suíça na última quinta-feira (13), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), se esquivou ao ser questionado sobre o PL que aumenta a pena para o aborto após 22 semanas de gestação. ”Deixa eu voltar para o Brasil, tomar pé da situação, aí você me pergunta”, disse Lula aos repórteres presentes.

O Projeto de Lei vem ganhando muita rejeição entre as mulheres, com manifestações pelos estados do Brasil, a repercussão negativa fez o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, recuar com a PL.

 

 

Tags

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram